Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Desconhecimento técnico e teórico do processo eletrônico prejudica advocacia

“A falta de conhecimento teórico e técnico sobre peticionamento eletrônico, certificado digital e da legislação sobre o tema pode levar o advogado a cometer equívocos e dificultar muito seu exercício profissional”, alerta a advogada especialista em Direito Eletrônico Marina Polli, que ministrará o curso “Processo Eletrônico na Justiça Estadual – SAJ e SAJ-5” nos dias 18 e 19. Marina lembra que “a legislação sobre o tema impõe exigências que no processo físico não existia e é preciso que o advogado se adapte a essa nova realidade. É necessário a real compreensão da certificação digital e da nova perspectiva do processo eletrônico”. Promovido pela ESA, o curso objetiva proporcionar aos advogados maior conhecimento sobre o tema, assim como espaço para que ele esclareça suas dúvidas. Além de especialista em Direito Eletrônico pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci, Marina é especialista em Direito Processual Civil com ênfase no novo CPC, pela Faculdade Cesusc; e mestranda em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. A advogada é também docente da Faculdade Cesusc, membro do grupo de pesquisa no CNPq Governo Eletrônico, Inclusão Digital e Sociedade do Conhecimento (Egov); membro do Instituto Catarinense de Direito Digital; membro da comissão de Direito Processual Civil da OAB/SC, coordenadora de conferências e demais eventos da ESA e professora convidada permanente da ESA. As aulas são presenciais e serão ministradas na sala de aula da ESA, na sede da OAB/SC, das 19h às 21 horas. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (14) pelo site www.esasc.org.br .
13/07/2017 (00:00)
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia