Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

JL entrevista magistrado que criou novo modelo de audiência para crianças vitimizadas

O Justiça Legal (JL), programa de TV do Poder Judiciário de Santa Catarina que integra a grade da TV Justiça, TV Floripa e TV Câmara de Blumenau, aborda em entrevista com o desembargador José Antônio Daltoé Cézar, da Justiça do Rio Grande do Sul, o tema do depoimento especial. Implantado pelo magistrado em Porto Alegre no ano de 2013, com a denominação "Depoimento sem Dano", o sistema permite que a criança vítima de violência seja ouvida num ambiente acolhedor, com respeito a sua intimidade e abordagens técnicas adequadas. Em boletim, a juíza Sônia Odwazny, primeira mulher a comandar a Coordenadoria dos Magistrados do Tribunal de Justiça, fala sobre os desafios da sua gestão. Com história no Judiciário também como servidora, ela comenta sua atuação, especialmente a atribuição de servir como elo entre os magistrados - da ativa ou aposentados - e a Presidência do Tribunal. O programa apresenta ainda matéria sobre a realização, na Academia Judicial, do Módulo Nacional de Formação Inicial pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), destinado aos magistrados recém-empossados no Judiciário catarinense. No quadro "Isso é Legal", conheça o projeto "Cidades Invisíveis", que leva arte e novas formas de pensar a comunidades carentes. O Justiça Legal vai ao ar todas as quartas, às 5 horas. Para acompanhá-lo, basta sintonizar o canal 14 da Net, emissora de TV a cabo. Também de forma inédita, o JL pode ser visto na TV Floripa (canal 4 da Net) na sexta-feira, às 18 horas, e na TV Câmara de Blumenau (Canal 14 da Net), no mesmo dia às 23h10min. Nesta última emissora, a edição é reprisada na segunda-feira às 23h55min, na quarta-feira às 11h30min e na quinta-feira às 12 horas e às 13h15min. O Justiça Legal também pode ser visto no canal do TJ no YouTube.
16/02/2017 (00:00)
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia